9.16.2013

Os demônios que um dia habitaram minha alma
Demônios já não são mais
São agora como animais de estimação
A confusão que domina o meu ser
Ganha novas cores e perspectivas

No que isso resulta é que eu não sei
No que isso resulta, quero saber?
No que isso insulta, é que me ocorre prazer
No fim, o perdedor descobre
Que perdeu tempo, achando que tinha perdido

Tu crê no que o teu olho vê?
Ou tu se vê no seu próprio olho?
E o que isto quer dizer?
Percebe que viver
É muito mais do que acreditar
Ou desacreditar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário